Home / Investir Dinheiro / Bancos de investimento: descodificar o mistério

Bancos de investimento: descodificar o mistério

Nos tempos que correm, muito se houve falar sobre banco de investimento. E nesse equivalente de discursos, surgem igualmente muitas dúvidas e pontos de interrogação sobre o assunto. E é então que nos questionamos… mas afinal, o que é o Banco de Investimento? É algum sítio ao qual me posso deslocar? Como posso ingressar num? E é a pensar em todas essas questões que aqui se reúne alguma informação para dissipar esses mistérios todos.

Bancos de investimento

1- O que são, afinal, os bancos de investimento? A definição padrão desmistifica-os como sendo “instituições financeiras privadas especializadas em operações de participação societária de carácter temporário, de financiamento da actividade produtiva para suprimento de capital fixo e de administração de recursos de terceiros. Devem ser constituídos sob a forma de sociedade anónima e adoptar, obrigatoriamente, na sua denominação social, a expressão Banco de Investimento.” Este tipo de banco não possui contas correntes com as quais possa trabalhar todos os dias ou mexer quando quiser. A forma como captam recursos é através dos depósitos a prazo, repasses de recursos do exterior, do interior e vendas de contas de fundos de investimento por ele administrados.

2- Em que se traduz? O banco de investimento traduz-se numa instituição onde são feitas operações activas como financiamento de capital permeável e fixo, subscrição ou aquisição de títulos e valores mobiliários, depósitos inter-financeiros e empréstimos externos.

3- O que o difere de um banco comum? O facto de depender exclusivamente do mercado bancário e não possuir contas corrente. O banco de investimento, tal como a palavra indica, permite a ajuda e auxílio a quem assim o procurar, de acordo com as condições exigidas e pretendidas pelos clientes. O auxílio que presta é a pessoas físicas ou jurídicas, na alocação do seu capital nos mais diversos tipos de investimento, como por exemplo no mercado financeiro. Uma instituição monetária emite dinheiro ao contrário dos bancos de investimento, que se catalogam como instituições não bancárias, uma vez que são úteis para empresas ou pessoas que precisem de dinheiro no médio ou longo prazo, não emitindo, por isso, dinheiro directo.

4- E como é que ganham dinheiro? Os Bancos de Investimento captam dinheiro de pessoas e de empresas e ganham dinheiro ao fazer investimentos ousados, ou não, no mercado. Por ser um investimento alanvacado, logo é mais arriscado. Por isso mesmo, os ganhos que somam provêm das aplicações que fazem.

5- São mercados prósperos? A crise actual deitou abaixo muitas realidades e a dos bancos de investimento foi uma delas, uma vez que atravessam algumas dificuldades. Ainda assim, continuam a ter alguma saída e há muita gente a recorrer a este tipo de serviço para fazer investimentos.

6- Existe algum tipo de excepção nos investimentos? Sim. Os Bancos de Investimento não podem destinar recursos a empreendimentos mobiliários e no sector estatal é-lhes dado um tecto de investimento, havendo por isso um patamar de investimento. Como já foi dito anteriormente, também não podem ter contas correntes, já que os seus recursos são aplicados em acções, empresas ou índices.

7- Como é que posso avaliar a solidez do banco de investimento? Existem vários métodos e um deles é verificar com que empresas o banco escolhido se relaciona. Essa ligação é sinónimo de reconhecimento e compromisso e, por isso mesmo, de garantia.

Em Portugal, os Bancos que possibilitam e têm opções de investimento são: Millenium BCP Investment Bank, a CaixaBi (pertence ao grupo Caixa Geral de Depósitos), o Banco Big, o Banif Investment Bank, o BPI Investimentos, o Espírito Santo Investment Bank, o Deutsche Bank, o Activo Bank, o Banco Best, o Santader Totta Investment Bank e o Banco Finantia. Todos eles têm uma página online que, se for do seu agrado, pode usar para consulta e esclarecimentos adicionais.

Alguns sites dispõem mesmo de um serviço em que o próprio banco lhe liga, depois de deixar o seu contacto. Se quiser saber mais informações, faça o seu próprio investimento, neste caso de tempo, e procure informações nos bancos que lhe suscitam mais curiosidade, sem nunca se esquecer de que comparar as opções é condição sine qua non para fazer as melhores escolhas

Veja Também

caderneta poupança Brasil

7 motivos para você deixar a caderneta de poupança. BRASIL

Não estou dizendo que você deve correr e tirar todo seu dinheiro da Poupança e ...