Home / Produtos Bancários / Conta ordenado ou cartão de crédito? O que usar quando o dinheiro não chega ao fim do mês

Conta ordenado ou cartão de crédito? O que usar quando o dinheiro não chega ao fim do mês

As contas ordenado e os cartões de crédito são dois produtos bastante populares, principalmente hoje em dia.

Com a conjuntura financeira em que o país vive é cada vez mais complicado chegar ao final do mês com dinheiro disponível. Por isso, são estes dois produtos os mais procurados por todos aqueles que sentem dificuldades económicas no final de um mês de trabalho.

Conta Ordenado

A conta ordenado é popular principalmente pela disponibilização de um plafond, geralmente no valor de 100% do seu ordenado, sendo assim possível utilizar esse valor disponível para uma eventualidade, o que em termos práticos significa que possui um ordenado total no dobro do valor real. No entanto, essa utilização do plafond implica o pagamento desse mesmo plafond é feito no mês seguinte através do crédito do seu próprio vencimento mensal.

No caso de utilização deste plafond, a sua conta poderá mesmo vir a baixar para valores negativos, no entanto assim que o seu vencimento der entrada na conta este valor é reposto, ficando assim com um valor disponível mais baixo do que na realidade desejaria.

Conta ordenado ou cartão de crédito

Cartão de Crédito

O cartão de crédito, bastante popular hoje em dia, é um produto que garante o pagamento de um sem número de despesas através de uma espécie de linha de crédito aberta, podendo assim a pessoa adquirir produtos e serviços sem ter dinheiro disponível na sua conta. Esse valor é posteriormente descontado da sua conta, esse período de pagamento é definido durante a aquisição do próprio cartão de crédito. Em alguns casos poderá atingir um ou dois meses, noutros casos são apenas alguns dias.

Qual a melhor opção?

Entre as várias opções que as instituições financeiras disponibilizam para garantir o pagamento das despesas ao final do mês, mesmo não tendo liquidez para tal, estão no topo da lista a conta ordenado e os cartões de crédito, no entanto é da responsabilidade de cada um escolher aquele que melhor se adequa às suas necessidades.

O que mais os diferencia são as taxas e comissões aplicadas a cada uma delas, sendo que são estas variações que podem levar aos utilizadores optarem por uma opção em detrimento de outra.

No caso das comissões, existentes nas contas ordenado mas não nos cartões de crédito, é necessário analisar muito bem a utilização de ambos os produtos, garantindo sempre que paga o mínimo de comissões possível. Os juros são também outro fator a ter em conta, já que os juros aplicados às contas ordenado são muito mais baixos do que os aplicados aos cartões de crédito.

É ainda importante salientar as ofertas das próprias instituições, já que estas utilizam estas mesmas ofertas para atrair um maior volume de clientes. Neste caso, os cartões de crédito ficam à frente das contas ordenado, com um grande número de ofertas associadas, algumas delas bastante interessantes, como é o caso de viagens para destinos paradisíacos ou mesmo alguns produtos tecnológicos.