Home / Como Escolher / Escolher um prestador de serviços de reparações ou Instalações Eléctricas

Escolher um prestador de serviços de reparações ou Instalações Eléctricas

Necessita de uma instalação eléctrica, uma reparação ou de uma renovação?

Aqui está um leque de informações que serão muito úteis a ter em conta na escolha de quem vai fazer esse trabalho!

Durante muitos milhares de anos, ninguém pensava em electricidade, nem se sabia se ela existia, apesar de as trovoadas serem devidas à Electricidade.
Quando os fenómenos eléctricos começaram a ser observados com atenção, os cientistas tentaram compreender o que estavam a ver e a que era devida a electricidade.

A electricidade dos átomos deve-se às partículas carregadas que possuem: protões e electrões. Os electrões podem escapar-se da camada exterior dos átomos e criar, assim, uma corrente eléctrica. A energia eléctrica é transportada, sob a forma de corrente ordenada de protões, desde a fonte de alimentação aos diversos aparelhos eléctricos.

Para que se estabeleça a corrente, o condutor deve reenviar os electrões para a fonte de alimentação.
Não é um processo fácil de entender porque são pequenas partículas que não se vêem, mas existem.
O Homem andou muito tempo a tentar compreender e a aprender a tirar proveito desta fonte de energia.

Como Escolher prestador de serviços de reparações ou Instalações Eléctricas… Alertas Sobre Empresas:

escolher electricista

Existem muitos electricistas mas nem todos estão credenciados para efectuar o serviço pretendido. Aqui ficam alguns concelhos:

  1. A empresa/profissional que for seleccionado para efectuar o serviço deverá ser credenciado por uma entidade fiscalizadora (DGE – Direcção Geral de Energia);
  2. A empresa/profissional deverá ter um seguro de responsabilidade civil para ressarcimento de qualquer dano proveniente de acidente ou erro profissional;
  3. Terá de estar estabelecido como empresa a fim de poder dar garantia dos serviços dentro dos prazos estabelecidos por lei;
  4. Solicitar informações bancárias sobre a empresa/profissional, porque com problemas financeiros necessitará de um adiantamento, não podendo ter crédito nas empresas de materiais;
  5. Solicitar informações sobre as empresas onde são adquiridos os materiais para a realização dos trabalhos;
  6. Ter em atenção a voltagem que irão instalar na sua habitação, poderá não ser compatível com os electrodomésticos que possui;
  7. Pedir referências de trabalhos realizados anteriormente;
  8. A proposta apresentada terá de ser por escrito, não aceite propostas apalavradas.

A escolha é sempre a parte mais importante, pois, só após a realização do trabalho é que temos a percepção do bom e do mau trabalho.
Antes de iniciar o trabalho troque impressões com o profissional a fim de conciliarem aspecto-custo-funcionalidade.
Após verificação dos orçamentos temos de ter em atenção:

Nem sempre o mais caro é melhor, mas preços demasiados baixos podem significar baixa qualidade, seja no material seja no trabalho efetuado.

Nota importante: Ao analisar um orçamento certifique-se que o material aplicado corresponde às normas comunitárias.

Alguns conselhos úteis sobre poupança de energia:

Poupar energia é proteger o ambiente… Todos os dias, a toda a hora estamos a utilizar as mais diferentes fontes de energia. Sem esta fonte de energia alguns objectos que possuímos seriam meramente decorativos. No entanto, os consumos energéticos têm um custo monetário, económico e ambiental.

É necessário gerir, de forma racional, os consumos energéticos, não sendo necessário renunciar à qualidade de vida.

Principais causas para o aumento do custo da electricidade:

Fuga de corrente nas instalações eléctricas;
Instalações eléctricas mal feitas;
Uso constante de Ar condicionado e aquecedores;
Instalação de novos equipamentos eléctricos;
Equipamentos em mau estado de conservação;
Utilização de lâmpadas incandescentes

Aqui ficam algumas dicas para poupar energia que poderá aplicar:

Não deixar os aparelhos ligados, sem que estejam a ser utilizados;
Desligar as luzes quando não estão a ser utilizadas;
Encher as máquinas de roupa/loiça;
Substituir uma lâmpada incandescente de 100W de potência por uma lâmpada fluorescente compacta equivalente (de alta eficiência);
Desligar os aparelhos no botão, em vez de os desligar no comando;
Escolher a potência e o tarifário mais adequado ao seu caso;
Sempre que possível utilize a luz natural.

São apenas algumas dicas, existem outras que também são importantes… o importante mesmo é poupar!!!