Home / Geral / Iniciativas empreendedoras nas escolas espanholas – Empreender para melhorar!

Iniciativas empreendedoras nas escolas espanholas – Empreender para melhorar!

Ensinar empreendedorismo não é só ensinar a criar um negócio, é também ensinar competências de comunicação, matemática, autonomia e tratamento da informação nas crianças, educando-as em valores simultaneamente. Neste artigo damos-lhe a conhecer algumas iniciativas de escolas espanholas que têm em comum a vontade de inserir no currículo escolar, e não nas atividades extracurriculares, aulas de sensibilização para o empreendedorismo, ao longo de todo o ano.

Formam professores com métodos focados na aprendizagem por autodescoberta, com o uso de ferramentas de inteligência emocional e o estímulo da criatividade são a chave: “aprender fazendo” é o lema. E ajudam os alunos a observar, detetar o que faz falta à sua volta, analisar problemas e propor soluções e tomar consciência do que podem conseguir propondo soluções inovadoras são os objetivos que se pretende atingir nestas aulas.

empreender na escola

Fazem parte dos programas visitas ao banco, encontros com empreendedores, criativos de publicidade e assessores, análise de custos e eventuais receitas, troca de emails de cariz administrativo, entre muitas outras atividades.

Uma empresa de passeio de cães, fotografias no minuto, uma discoteca infantil, um quiosque de praia, uma empresa de lavagem de automóveis, ou uma empresa de aluguer de bandas-desenhadas são alguns dos projetos criados em escolas de Madrid graças ao apoio da Fundação Create.

– O programa desenvolvido pela Fundação Create, em Madrid foi desenvolvido para ser aplicado no 5º e 6º ano. Neste programa bilingue as crianças passam por todas as etapas do desenvolvimento de um projeto, desde a investigação à obtenção de fundos, passando pela criação da ideai, apresentação e comercialização. Foi criado por uma fundação privada, mas é aplicado em escolas públicas e privadas.

– O programa desenvolvido pela Cidade Tecnológica de Valnalón, nas Astúrias também é aplicado em várias escolas públicas e privadas. Começando pelo ensino básico, tem também atividades  para o secundário. O objetivo é desenvolver os conhecimentos e competências que estão na base do espírito empreendedor: organização por objetivos, iniciativa, inovação, noção de riscos, trabalho em equipa, negociação, planificação, construção de redes de apoio e criatividade.

– O programa desenvolvido pela Fundação Escola Empreendedores, na Catalunha, procura despertar vocações empreendedoras entre as crianças e encara o empreendedorismo na vertente de desenvolvimento pessoal da capacidade de cada criança ou jovem ser dono do seu destino.

Veja Também

comunicação interna da sua empresa

Como melhorar a comunicação interna da sua empresa?

Ruídos na comunicação interna de uma empresa muitas vezes são inevitáveis e até comuns. No ...