Home / Ganhar Dinheiro / O que é o Drop shipping e como funciona?

O que é o Drop shipping e como funciona?

Drop shipping é um método de comércio e logística no qual a pessoa que faz as vendas como revendedor não possui os produtos em stock, sendo o provedor ou fornecedor de dropshipping que faz a gestão do stock e dos envios para os clientes finais.

No sistema de dropshipping o revendedor apresenta e divulga os produtos aos seus clientes através de catálogo ou página web, mas não detém os produtos. Após a encomenda o revendedor completa o pedido de compra, solicita o envio e paga o fornecedor, este fará todo o processo de embalagem e envio diretamente ao cliente final.

Neste sistema de comércio o revendedor não precisa investir em stock, pode aplicar as margens de lucro que considere justas, pagando ao fornecedor o preço do produto e ficando com a margem de lucro que estipulou.

Para trabalhar com o sistema de Drop Shipping não é preciso muitos meios, apenas precisa ter um computador e acesso à Internet para promover as vendas e para fazer as encomendas ao fornecedor.

Em termos práticos o cliente faz a encomenda e o pagamento, depois disso o revendedor procede à encomenda e ao pagamento ao drop shipper fornecedor. Após o procedimento é o fornecedor que faz o envio diretamente ao cliente. Nesta modalidade de vendas o revendedor não chega a ter os produtos em sua posse, evita assim investir dinheiro a comprar produtos que pode não conseguir escoar.

o que é drop shipping

Quais os benefícios do drop shipping?

Um dos benefícios mais significativos do dropshipping é a eliminação da necessidade de stock e consequente investimento inicial. Isso provoca um saldo positivo porque o vendedor recebe quando a compra é feita e antes de comprar o produto, só faz a compra ao fornecedor após já ter o produto vendido. Assim sendo há um período de tempo no qual o vendedor tem o dinheiro do cliente, e não acontece como no comércio normal em que o vendedor tem que investir dinheiro na compra dos produtos para os ter em stock, antes de os vender, para poder fazer o envio ao cliente após a compra.

Baixo custo de iniciação e poucas despesas fixas é o benefício mais apelativo para este tipo de comércio. À medida queo negócio vai crescendo, esses custos podem aumentar, continuando no entanto a a ser baixos em comparação com os de um negócio de comércio tradicional.

Outro benefício do dropshipping também importante é a flexibilidade que permite operar praticamente de qualquer lugar, basta ter uma conexão à internet. Para gerir o negócio apenas precisa comunicar com fornecedores e clientes, tudo o resto é feito de forma autónoma.

A variedade de produtos é outro dos benefícios do sistema de drop shipping. Como o sistema permite vender sem ter os produtos em stock, é possível oferecer uma variedade de produtos muito mais ampla, para os seus clientes e ir aumentando o catálogo conforme for conveniente, desde que o seu fornecedor dropshipping tenha os produtos em stock.

Negócio menos trabalhoso. Com um negócio de vendas tradicional, se receber algum dia muitas mais encomendas que o normal geralmente isso exige muito mais trabalho, se o volume de encomendas for alto, isso implicaria até contratar funcionários ou correr o risco de atrasar entregas. Com o dropshipping são os fornecedores que tratam do processamento das encomendas, permitindo que o seu negócio se expanda com quase nenhuns gastos e muito menos trabalho que o comércio tradicional.

A realidade é que estes benefícios tornam o dropshipping um modelo de negócio muito atraente para os empreendedores, mas, infelizmente, nem tudo que reluz é ouro. Toda essa conveniência e flexibilidade tem um preço, como vamos apreciar agora.

Desvantagens do sistema dropshipping:

Vamos mencionar algumas das desvantagens notáveis do sistema de dropshipping que deverá ter em conta antes de entrar neste tipo de negócio.

Muita concorrência: Este é cada vez mais uma das maiores desvantagens do drop shipping. Ao ser relativamente fácil entrar neste tipo de negócio, existe muitos competidores. Sendo um dos maiores desafios para quem entra neste negócio, conseguir destacar e evoluir no meio da vasta concorrência que já existe, já que o dropshipping não permite ter variedades de produtos exclusivos e permite está limitado ao que o provedor disponibiliza. Isso implica uma grande concorrência entre as pessoas que também usam esse mesmo fornecedor e dificulta ganhar dinheiro com este negócio.

Margens de lucro bastante baixas: Quem quer subsistir neste tipo de mercado precisa ajustar os preços aos que são praticados pelos concorrentes. Assim sendo raramente a margem de lucro supera o valor de 15% ou no máximo 20%. Muitas pessoas que tentam entrar neste negócio com margens superiores raramente conseguem vender o suficiente para manter o negócio, isto porque outros vendedores estão a vender os mesmos produtos com as mesmas condições de pagamento e de envio a preços inferiores, absorvendo eles a maior fatia do mercado.

Controlo de stock e sincronização do catálogo com o stock: Apesar de atualmente haver alguns fornecedores de dropshipping que fornecem uma ligação ao seu catálogo e uma API que permite a interligação de stocks, a realidade é que a maioria dos fornecedores não o tem. Mesmo os que o tem pode induzir em erro em produtos de baixo stock. Existe uma alta probabilidade de que um cliente compre um produto e pague esse produto durante um momento em que o fornecedor fica sem stock desse produto.

Limitação de combinações de produtos de fornecedores diversificados: Ao contrário de um negócio de comércio normal, o dropshipping impossibilita a variedade de fornecedores sem aumentar os gastos de envio. Isto porque se um cliente compra dois produtos diferentes que são fornecidos por dois fornecedores diferentes, vai implicar dois envios. No caso das empresas que fazem comércio tradicional mantendo os produtos em stock é possível o envio de produtos provenientes de vários fornecedores na mesma encomenda, mas no sistema de dropshipping terá que ser feito um envio por cada fornecedor.

Riscos associados ao Drop shipping:

O dropshipping tal como qualquer negócio, implica também alguns riscos, nomeadamente:

  • Ruptura de stock do produto: pode ocorrer antes de efetuar a compra como depois da confirmação do pagamento, é um risco que pode causar dissabores;
  • Dependendo do drop shipper, pode acontecer que o prazo estabelecido de entrega do produto não seja cumprido, pode ocorrer o atraso na entrega por diversos motivos (produto sem stock ou alguns imprevistos no transporte, ou extravio e se o produto for importado de fora da União Europeia, pode ficar retido na alfândega por vários dias e inclusive ter que pagar taxas para os poder retirar de lá;
  • Podem ocorrer problemas com os produtos, eles podem ser entregues e o cliente reclamar que chegou com defeito, amassado, danificado, riscado, etc. Numa situação dessas, se o cliente colocar uma queixa pode trazer muitas dores de cabeça para o vendedor.
  • Para quem vende produtos importados, deve ter atenção à legislação das garantias, no dropshipping muitas vezes o tempo de garantia dado pelo fornecedor não é o período legal estipulado no nosso país.
  • Se o produto chegar em mau estado é o revendedor que tem que resolver o problema e é ele quem arca com o prejuízo quando nem o fornecedor, nem a transportadora o assume.
  • Para o cliente, o revendedor é a empresa a quem pagou, por isso se ocorrer algum problema, essa empresa será alvo das criticas e reclamações dos clientes, sendo responsável de resolver o problema..

Antes de começar a trabalhar com drop shipping deverá ter em conta os prós e contras do dropshipping, para fazer a melhor opção de negócio.

Veja Também

evitar bloqueio da conta facebook ads

Conta de Anúnciante do Facebook Bloqueada? Descubra a Solução para evitar bloqueio da conta facebook ads

O Facebook Ads é uma das melhores ferramentas para vender na internet, isto porque nos ...